OAB de Iúna inaugura auditório com nome do ex-prefeito Elinho

Inauguração contou com a presença do presidente da OAB-ES José Carlos Risk.

Por Estevão Gomes 05/08/2019 - 10:28 hs

A 16ª Subseção da Ordem dos Advogados Brasil - Iúna, inaugurou na semana passada, na sede da instituição, um auditório, cujo nome dado é do ex-prefeito de Iúna Welington Firmino do Carmo (Elinho). O evento contou com a presença maciça dos advogados de Iúna, Ibatiba, Brejetuba, Muniz Freire e demais localidades. Também marcou presença o presidente da seccional capixaba, Dr. José Carlos Risk Filho.

A solenidade de inauguração foi conduzida pelo mestre de cerimônias Dr. Aleks Honrado, com maestria, irradiando confiança e carisma durante o evento.  A palavra de boas-vindas foi feita pela advogada Érika Tiradentes, fazendo uma belíssima saudação ao presidente e aos colegas.

Para falar sobre o homenageado da noite, Welington Firmino do Carmo (Elinho), a OAB escalou o advogado Ater Rodrigues Florindo, um dos mais antigos entre os presentes. Ater discorreu sobre a vida política e profissional de Elinho, salientando que ele foi um dos maiores tribunos da região e com muito sucesso no tribunal do júri. Ater lamentou a morte de Elinho, ressaltando que foi uma grande perda.

O presidente da Subseção de Iúna, Christian Henriques, citou a importância que Risk tem dado a Iúna. Segundo ele, as subseções tinham que implorar apoio. Hoje, Risk cobra celeridade das ações. Para ilustrar isso, citou a inauguração do auditório. Além do presidente ter oferecido as cadeiras, data show, ar condicionado, televisão 50” e outros equipamentos, ainda cobrou pressa para a inauguração.

O presidente da OAB-ES, José Carlos Risk Filho, elogiou a advocacia iunense, ressaltando que os profissionais têm honrado os votos dados ao presidente. Falou da possibilidade de uma sede própria: “Por que não? Não custa sonhar”. Quanto ao auditório inaugurado, ressaltou que espera que ele seja utilizado todos os dias. “Não quero voltar aqui e ver as cadeiras empoeiradas por falta de uso”, finalizou.

Após o descerramento da placa inaugural, o advogado Ulisses Padilha do Carmo (filho do homenageado), disse que quando perdeu seu pai era ainda criança e o que sabe sobre a vida dele, no campo político e jurídico, é o que ouve dos amigos dele. Ficou duplamente feliz por ver tantas palavras elogiosas a seu pai e poder participar da inauguração do auditório que leva seu nome.