Prefeito de Dores autoriza implantação de vídeo monitoramento na sede e nos distritos

Prefeito Ninho apresentou a proposta a moradores e empresários em reunião em Pedra Menina.

Por Estevão Gomes 29/11/2019 - 08:47 hs


O prefeito de Dores do Rio Preto, Cleudenir José de Carvalho Neto “Ninho” determinou à chefe de gabinete a abertura de processo de licitação para contratar uma empresa para realização de estudo técnico na sede e nos distritos de Pedra Menina e Mundo Novo para implantação de câmeras de video monitoramento. 

A decisão do prefeito saiu em uma reunião realizada quinta-feira (21) à noite na comunidade de Pedra Menina com a presença de aproximadamente cinquenta pessoas, entre elas comerciantes, proprietários de pousadas e restaurantes.  A reunião aconteceu no empreendimento Armazém Caparaó, onde a população reclamou da falta de policiamento

Nesta reunião, os empresários fizeram vários relatos de furtos, arrombamentos, barulho alto de motos e carros de som, presença de traficantes de drogas e demais riscos que a população vem enfrentando com a falta de segurança pública. 

Ninho salientou que há um ano, quando fizeram uma reunião na localidade para discutir a falta de segurança, chegou a propor o video monitoramento, só que à época notou pouco interesse. “As solicitações dos empresários calham com uma proposta que eu já tinha feito, só que isso não se concretiza de um dia para o outro devido à burocracia”, salientou o prefeito. Ele lamenta que segurança é dever do estado e o município não pode assumir determinados compromissos, porque foge da alçada de poderes. 

O prefeito explicou que primeiro tem que contratar uma empresa para elaborar um projeto técnico para definir que tipo de equipamento e a quantidade necessária para atender à necessidade. De posse desse levantamento, abre-se outra licitação para aquisição do equipamento. Ele salientou ainda que tudo isso ainda depende do parecer da procuradoria. “Não posso tomar iniciativa de nada sem o parecer favorável do jurídico”, ponderou.

Durante a reunião, os comerciantes propuseram uma parceria, definindo que se a administração instalar as câmeras de segurança eles arcam com o pagamento de um profissional para fazer o vídeo monitoramento das 18 horas até às 06 da manhã. A administração ficou de acertar um local onde os equipamentos possam ser instalados para acompanhamento das imagens. 

Uma nova reunião está marcada para segunda-feira, às 17 horas, com a presença de várias autoridades ligadas ao Gabinete de Gestão Integrada de Segurança Pública, reforçando aí a presença do Comando do Batalhão da PM de Alegre, para amadurecer ainda mais a discussão em favor de ações para atender a comunidade.