Operação Varredura: PCES e PMES prendem integrantes de organização criminosa e apreendem drogas na região do Caparaó

Operação Varredura: PCES e PMES prendem integrantes de organização criminosa e apreendem drogas na região do Caparaó

O município de Brejetuba tem sido assolado nos últimos meses por uma disputa entre estes grupos rivais, pelo espaço na venda de drogas

 A Polícia Civil do Estado do Espírito Santo prendeu seis pessoas, sendo três homens e três mulheres, e apreendeu um adolescente. Todos eles são investigados por integrarem organização criminosa voltada para tráfico e associação para o tráfico de drogas, nos bairros Sertãozinho, Trabalhista e Nobre, em Brejetuba. Foram cumpridos 10 mandados de busca e apreensão expedidos pelo juízo Vara Criminal da Comarca Integrada de Conceição do Castelo-Brejetuba.

Segundo o delegado Bruno Alves Rodrigues, que atualmente responde pela Delegacia de Polícia de Brejetuba, a operação foi à etapa externa das investigações que se iniciaram há alguns meses, com o objetivo de identificar e reprimir a ação de traficantes de drogas naquelas comunidades. "Das sete pessoas encarceradas na operação de hoje, apenas uma delas é natural do município. Todos os outros são provenientes da Região Metropolitana de Vitória, havendo indícios de que possam ter vínculos com facções criminosas maiores, demonstrando a migração de criminosos para o interior do Estado", disse o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, o município de Brejetuba tem sido assolado nos últimos meses por uma disputa entre estes grupos rivais, pelo espaço na venda de drogas, sobretudo na sede. "A operação é fruto do planejamento operacional das Polícias Civil e Militar, em decorrência do planejamento estratégico da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, com foco principal de reprimir e prevenir crimes violentos. O resultado obtido servirá de base para prosseguirmos nas investigações em busca de identificar outros integrantes da organização criminosa, instruindo o inquérito com indícios e provas robustas para possibilitar a manutenção das prisões e consequentes condenações", afirmou o delegado Bruno Alves Rodrigues.

Durante a ação foi apreendido 31 pedras de crack, 17 pinos de cocaína, nove buchas de maconha, 11 aparelhos smartphones, três câmeras de vigilância residencial, uma espingarda, uma munição 9 mm, um relógio de ouro, um cordão de ouro, R$ 2.779,50 apreendidos.

A operação contou com a participação de 60 policiais. Participaram militares do 14º Batalhão da Polícia Militar, em Ibatiba; policiais civis das Delegacias Regionais de Venda Nova do Imigrante e Ibatiba; bem como das Delegacias de Polícia de Muniz Freire e Iúna. A coordenação foi dos delegados Bruno Alves Rodrigues, de Muniz Freire e Brejetuba; do delegado Tiago Dorneles, chefe da Delegacia Regional de Ibatiba e do major Weden Carlos Ramos; e do chefe da Divisão Operacional do 14º BPM.


Fonte: SESP

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 19 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://anoticiadocaparao.com.br/