Região do Caparaó apresentou seu potencial turístico na Feira dos Municípios

Região do Caparaó apresentou seu potencial turístico na Feira dos Municípios

Feira aconteceu no Pavilhão de Carapina, entre os dias 6 e 9, onde o público conheceu as potencialidades de cada município 

Os municípios da região do Caparaó Capixaba apresentaram, mais uma vez, seus atrativos e potencialidades turísticas e econômicas na Feira dos Municípios deste ano, realizada entre quinta-feira (6) e domingo (9). E segundo a avaliação dos jurados do evento, três municípios foram destacados, de acordo com os critérios levados em conta: representatividade, criatividade e interatividade. 

Os jurados avaliaram os municípios das 10 Regiões Turísticas do Espírito Santo, com base nesses critérios. E no Caparaó Capixaba, no critério Representatividade, o destaque ficou para Iúna. Já no critério Criatividade, os jurados escolheram Ibatiba. E, na interatividade, Alegre. 

De acordo com a Prefeitura de Iúna, o município recebeu essa premiação, devido ao trabalho de organização e apresentação das informações contidas no estande, por meio de gestores públicos, empresários, empreendedores, produtores rurais, artistas e artesãos. Enquanto Ibatiba levou sua cultura tropeira, desde a gastronomia típica até os shows de viola, dentro de uma típica birosca ou bar.

80 mil pessoas

Durante os quatro dias de realização da Feira, 80 mil pessoas passaram pelo Pavilhão de Carapina, na Serra. O número é 30% maior que a edição do ano passado e o público pode conhecer a cultura, a história, a gastronomia e as potencialidades econômicas dos 78 municípios do Espírito Santo. A cidade de Afonso Cláudio foi eleita como o município destaque desta edição, recebendo um carro zero km, e São Mateus foi escolhida pelo voto popular. 

Do Caparaó Capixaba, além de Alegre, Ibatiba e Iúna, estavam presentes os municípios de Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Ibitirama, Irupi, Jerônimo Monteiro, Muniz Freire e São José do Calçado. Todos apresentaram suas potencialidades e atrações naturais e culturais,  contando com o apoio do Consórcio do Caparaó, representado por sua diretora executiva, Dalva Ringuier.

Também estavam presentes outras regiões turísticas: Caminhos do Café, Pedras e Cachoeiras, Metropolitana, região do Verde e das Águas, Montanhas Capixabas, Doce Pontões Capixaba, Doce Terra Morena, Sul Capixaba dos Vales e Café, Costa e Imigração e região dos Imigrantes.

Qualidade e investimento

O secretário de Estado do Turismo, Philipe Lemos, destacou a diversidade e criatividade apresentadas nos estandes. "As premiações por representatividade, criatividade e interatividade, nas diferentes regiões turísticas, reforçam a qualidade e o empenho de cada município", avaliou. "A edição deste ano demonstrou união, inovação e compromisso com o futuro do turismo capixaba", completou. 

O governador Renato Casagrande também esteve presente e visitou cada um dos estandes. Ele destacou a importância da participação dos municípios. "Com todos os 78 municípios presentes na Feira, os capixabas e os visitantes podem desfrutar daquilo que o Espírito Santo tem de melhor, do que cada cidade tem de melhor", ressaltou. "E nós seguiremos investindo forte em todos os municípios para que se desenvolvam cada vez mais e tenham mais riqueza para mostrar", acrescentou Casagrande.

Também foi anunciada a data da feira em 2025, conforme informou o diretor-presidente da Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes), Alberto Gavini. "Já temos uma data prevista para o ano que vem da nossa feira que será no início de abril", ressaltou. O evento deve acontecer entre os dias 3 e 6 de abril.

Cinco espaços

A Feira dos Municípios 2024 estava dividida em cinco espaços. Entre estes, aquele considerado a alma da Feira, onde estavam reunidos os estandes dos 78 municípios capixabas, divididos entre as 10 regiões turísticas do Espírito Santo. Além da Mini Fazendinha, onde crianças e adultos puderam interagir com diversos animais, e também, apreciar flores expostas por produtores de norte a sul, como orquídeas, samambaias, cactos, suculentas, entre outras.

Havia, ainda, uma praça de alimentação que abrigava os palcos "Pocar" e "Raízes", onde mais de 20 atrações musicais capixabas se apresentaram. Além de 12 restaurantes, 12 cervejarias, a área de vinhos e de drinks. Enquanto na gastronomia, a Feira contava com uma área externa, anexa ao parque de diversões, com comidas, doces e duas cervejarias.

A Feira dos Municípios é uma iniciativa do Espírito Santo Convention & Visitors Bureau e do Governo do Estado, por meio da Aderes e das Secretarias do Turismo (Setur) e da Cultura (Secult), em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales) e a Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes). 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 21 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://anoticiadocaparao.com.br/

Cron Job Iniciado