Subsídio de até R$ 20 mil para quem quer adquirir imóvel no Espírito Santo

Subsídio de até R$ 20 mil para quem quer adquirir imóvel no Espírito Santo

Valor poderá ser usado como entrada na compra de imóveis financiados pela Caixa Econômica Federal, somado ao subsídio do FGTS, do Programa Minha Casa, Minha Vida  

Foto Ilustrativa

Desde esta segunda-feira (11), o capixaba poderá solicitar um benefício que pode facilitar a aquisição da casa própria. O Governo do Estado está disponibilizando o valor de R$ 20 mil, como entrada na aquisição de imóveis financiados pela Caixa Econômica Federal (CEF), somado ao subsídio do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), do Programa Minha Casa, Minha Vida, para famílias com renda mensal de até 3 salários mínimos no Espírito Santo.

De acordo com informações do Governo do Estado, todas as famílias capixabas que se enquadram no critério da renda e que não sejam proprietárias de imóvel residencial terão direito. E o acesso é simples e rápido. A Caixa Econômica Federal é responsável pela análise e apuração da renda dos interessados que deverão requisitar o benefício à Secretaria do Estado de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedurb).

Essa requisição deve ser feita de forma eletrônica, por meio do Sistema Corporativo de Gestão de Documentos Arquivísticos Digitais (E-Docs). O cidadão deverá preencher o formulário de solicitação, com as suas informações (auto explicativo), anexar os documentos necessários e, ao concluir a solicitação, será gerado o número do protocolo.

A Sedurb realizará a análise da solicitação e emitirá o Certificado de Concessão do Benefício. Depois, o documento será encaminhado ao solicitante, por e-mail, e também para a agência da CEF em que está sendo processada a proposta de financiamento. Com a emissão do Certificado, a Caixa estará autorizada a repassar o valor ao vendedor do imóvel.

"A solicitação será feita de forma eletrônica, por computador e também por smartfone, no Portal Conecta Cidadão (www.conectacidadao.es.gov.br), no menu 'Habitação e Imóveis' e 'Programa Nossa Casa' ou pelo site Sedurb (www.sedurb.es.gov.br), clicando no banner do programa", explica o secretário de Estado de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano, Marcus Vicente.

Para garantir o benefício, o Governo do Estado fará um aporte financeiro, com a CEF, no valor total de R$ 200 milhões, em quatro anos. Serão feitos repasses anuais de R$ 50 milhões, para que a instituição financeira faça o débito dos benefícios.
 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 19 Mai 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://anoticiadocaparao.com.br/

Cron Job Iniciado